04 julho 2013

Cristiana Castro responde à defesa canalha do "Jornalistas & Cia"

qua, 03/07/2013 - 23:04

Fonte original do texto

 Cristiana Castro responde no Nassiff - "Imprensa não vivia momentos tão tensos desde a ditadura militar"

" Ora, já que vão inventar o que querem, que inventem de seus escritórios e não fiquem enchendo o saco da população.

Para que o jornalista vai as ruas cobrir alguma coisa se o que ele vai escrever não tem nada a ver com o que ele viu? Inventa e pronto.

Pq irrita mesmo, a gente ver o sujeito ali, filmando, perguntando, falando e, depois... Tá lá tudo invertido, editado, inventado...

Ou seja, o cara está ali para atrapalhar, desqualificar e deslegitimar o que os outros estão fazendo.

Esse papo de dizer que é liberdade de imprensa já não cola mais nem com criança de 5 anos. Os caras tem que ser reponsáveis pelo que publicam, sim.

Os prejuízos as sociedades são enormes e não é só uma questão de opinião.

Qdo um veículo de comunicação opera em algum lugar do mundo, no sentido de derrubar um governo, por exemplo, milhares de pessoas sofrem as consequências daquela patifaria travestida de liberdade de imprensa. Eu tô falando de mortes!

Qdo um veículo de comunicação sem qq responsabilidade, inventa, por exemplo que o Iraque tem armas de destruição em massa, atentendo a sei lá quais interesses, é cúmplice das mortes dos cidadãos dos países que jogou na invasão, sim.

Portanto, se nossos jornalistas não choram pelas consequências de seus atos que parem de ficar de mimimi qdo são responsabilizados por eles.

QQ profissional responde por seus atos e, com jornalistas não é diferente. Não tem essa de meu patrão mandou, não.

Então eu sou médico e o dono do hospital me manda retirar o rim de uma pessoa para vender para outra, eu obedeço pq ele é o patrão? O dono do escritório manda o advogado perder o prazo do cliente e aí a OAB vai chamar o advogado ou o dono do escritório?

Esses caras já estão começando a ficar ridículos, se estão sendo oprimido nas ruas, reclamem com seus patrões ou seus sindicatos. Ah mas a gente é PJ, então tu é tão ou mais falcatrua que teu patrão pq estão unidos para levar vantagens e burlar o fisco.

Ah mas todo mundo faz isso, é mas só quem fica metendo o dedo na cara dos outros e acusando todo mundo de ladrão são os jornalistas, então... ah mas é nossa profissão!

Ah é, a da PM é descer o cacete, a do traficante é vender drogas, a do muambeiro é vender bagulho e a de vcs é inventar coisas sobre os outros.

Cada profissão com seus ônus e bônus, correto?

Profissões de risco, demandam adicional periculosidade, mas como vcs PJ... aí é bom correr mesmo.

Tá na hora desse dinheiro sujo começar a não valer mais a pena. O sujeito vai começar a pensar duas vezes antes de caluniar os outros só para faturar uma grana.

Se subordinação justificasse crimes, ninguém era criminoso e, por falar em subordinação, PJ não é subordinada a ninguém. A subordinação é característica do Contrato de Trabalho.

Companheiro jornalista, já que tu é PJ, vc nem precisa ir as ruas, mande alguém da tua "firma" no teu lugar, pq a pessoalidade tb não é requisito desse tipo de contrato.... Fala sério!"

Um comentário:

John. Jahnes. disse...

Jornalista nao amigo.
Pera ai, o Policarpo da VEJA era amicissimo do Cachoeira.
E o FHC que era presidente e agente da CIA ao mesmo tempo, como e`que vai ficar?
FHC, Fundação Ford e dólares da CIA
Altamiro Borges
http://alainet.org/active/show_author.phtml?autor_apellido=Borges&autor_nombre=AltamiroFrom: http://alainet.org/


http://anselmobittencourt.blogspot.com.br/2010/10/fhc-ford-cia.html