17 setembro 2012

Francenildo x ministro Joaquim Barbosa


O que o Francenildo e o ministro Joaquim Barbosa têm em comum?

 Ambos têm origem na Senzala.

 O Francenildo acreditou ter saído da Senzala e galgado  a escadaria da Casa Grande com o escândalo do ex-ministro da Fazenda.

 Depois de usado pela direita, foi jogado na sarjeta.

 O caminho do segundo, do Barbosa se assemelha.

 Saiu da Senzala pelas mãos do Lula ao galgar o Supremo.

 Não satisfeito com a proeza, tem procurado a sala de estar da Casa Grande.

 De onde será defenestrado logo que a direita não mais precisar de seus préstimos.

 Retornará à Senzala, onde a direita lhe reserva um lugar de honra: o tronco.

Tome vergonha na cara, senhor ministro, enquanto é tempo!

5 comentários:

Anônimo disse...

Quanto racismo e agressão! - Atitude comum dos que não possuem argumento contrário ao óbvio.

Anônimo disse...

Piada pronta

Joaquim Barbosa, ministro do STF, vem das classes populares, uma exceção da regra, saiu da base da pirâmide social e chegou ao topo. No contexto favorável de forças populares foi levado ao STF. Faz pouco tempo que era criticado, agora muito elogiado pela mídia.

A mídia golpista faz apologia ao primeiro ministro negro do STF. Mas os vozeiros e colonistas (sic) são falsos cordeiros. Em breve a alcatéia voltará a uivar alto e forte, voltará a repercutir piadas preconceituosas, iguais a que foi publicada na revista Piaui.

Piadas inventadas em ambientes semelhantes ao daquele que fez a chacota com as dores de coluna do magistrado, uma piada maldosa, desrespeitosa, baseada na evolução das espécies.

O PIG tem data de validade para usar seus holofotes sobre as pessoas que acha ser de sua utilidade. Assim, resta saber qual o tempo dado para usar o ministro
Joaquim, que por enquanto reza pela cartilha adotada. Depois eles voltarão ao desprezo cumprindo o roteiro da pauta.

Finalmente, a verdade seja dita, in verbis, para os que vieram da Senzala e se iludem com as luzes da ribalta da Casa-grande, não basta fazer o ditado, existe sempre uma piada pronta.

Chico Barauna
19-09-2012.

Wilson disse...

Gloria, meu sogro costuma dizer
"tem gente que não caga na entrada, mas caga na saida".

Anônimo disse...

A dosimetria final

Sabemos que o "mensalão" original foi o do PSDB, aquele em Minas Gerais, que por ser mais antigo e original deveria já ter sido julgado. A inversão feita na ordem natural das coisas, para colocar o antigo na frente do novo, mostra que houve uma escolha, uma preferência. Não há como negar isto.

Apenas para lembrar, o "mensalão" tucano envolveu o ex-governador de Minas Gerais e ex-presidente nacional do PSDB, Eduardo Azeredo, um tucano de alta plumagem. Outro expoente do núcleo do grupo foi Marcos Valério de Souza, com as agências de publicidade DNA e SMPB, etc. Portanto, nasceu em 1998, com o caixa dois da campanha de Eduardo Azeredo, ex-governador de Minas, que disputava a reeleição. O esquema operou com pessoas que estão incluídas no atual processo.

Vamos aguardar o resultado final do julgamento da Ação Penal 470, o "mensalão" do PT, em julgamento. Depois disto veremos o que vão fazer para julgar o antigo, que foi desmembrado e preterido. Em novembro deste ano, com a aposentadoria do atual presidente Carlos Ayres Britto, então o ministro Joaquim Barbosa assumirá o cargo de presidente do STF.

Agora, uma primeira pergunta, atualmente, onde estaria esse processo engavetado, estaria no STF, na PGR do procurador-geral Roberto Gurgel, ou com a sua esposa, a vice-procuradora!? Claro que o ministro Joaquim deve saber. Assim, vamos ver qual é de fato a celeridade.

Vamos ver qual será a próxima jogada do tribunal. Veremos se, mais uma vez, vão empurrar com a barriga o "mensalão" tucano. Mas, com o ministro Joaquim Barbosa presidindo o STF, espera-se que ele tenha a mesma vontade e disposição, que trabalhe com celeridade. Então, quando isso acontecer, seja de um jeito ou de outro, a verdade final vai aparecer.

Chico Barauna
20-09-2012.

velho pirado disse...

O Joaquim Barbosa julga na base do achismo.
Achismo da Globo ,Veja ,Estadão ,Folha e outras porcariadas.
O STF foi para a lama.