23 novembro 2011

E os EUA querem nos vender a democracia podre deles

Spray de pimenta na cara dos universitários



Veja mais fotos no Blog do Zé Carlos

2 comentários:

Rosevania disse...

Queria aproveitar esse espaço e manifestar a minha tristeza com relação a educação em Minas, ontem foi um dia muito triste para a história de nossa categoria.

A Base do governo votou carneiramente no projeto que destrói o plano de carreira dos educadores de Minas e burla a Lei do Piso. Um dia triste para a Educação pública. Mas, os educadores não desistirão dos seus direitos. O chão de Minas vai tremer novamente... contra o governo, contra os deputados do governo, contra a mídia vendida, contra o ministério público omisso, contra todos, enfim, que ajudaram o déspota a sonegar os direitos dos educadores.
É preciso resistir e reagir a esta política de destruição da carreira dos educadores imposta pelo governo de Minas.
Os deputados Arlen Santiago, Zé Maia e Ana Maria Resende votaram contra os professores de MG. O norte de Minas está de olho. Esses votos foram computados em nossa memória.
Não esqueceremos! enquanto esses atos doerem em nossos bolsos lembraremos, com certeza lembraremos...Enquanto no resto do país os educadores têm um nível salarial Minas e muitos munícipios brasileiros ficarão a ver navios.
Temos que destruir nossos inimigos. Sim, nós podemos!!
24 de novembro de 2011 11:44

Anônimo disse...

Estados Unidos

Esse quadro ficou perfeito, representa a realidade atual. Verdade seja dita, a República dos fundadores estadunidenses, baseada nos ideais libertários ficou na história, faz tempo que não existe mais...!!

Atualmente, o que existe é um país agressivo, com uma democracia muito relativa, voto popular indireto e dois partidos que se revezam no poder, uma vez com Tomé e a outra com Bebé. No momento, pretendem controlar e esmagar o povo na praça de casa, na praça Tahrir e em outras praças no resto do mundo.

Chico Barauna
24-11-2011.