06 janeiro 2011

Americanos dançaram sob a batuta do Celso Amorim


EUA queriam que Brasil ajudasse a espionar Chávez

Natalia Viana

Um telegrama secreto publicado hoje pelo WikiLeaks revela que em 2005 o embaixador americano propôs ao governo brasileiro “compartilhar inteligência” sobre o presidente da Venezuela Hugo Chávez.

A proposta foi feita durante uma reunião em 14 de março de 2005 entre John Danilovich e o ex-ministro das relações exteriores Celso Amorim. O embaixador abre a conversa dizendo que o governo americano se preocupa com a retórica e as ações de Chávez e o considera como uma “ameaça à região”. E prossegue: “Ele pediu que o ministro do exterior Amorim considere institucionalizar uma parceria política mais intensa entre o governo brasileiro e o americano em relação a Chavez, e assinar um acordo de compartilhamento de inteligência”.

Segundo o telegrama, Amorim foi direto ao rejeitar a aliança contra o venezuelano: “Não vemos Chávez como uma ameaça”, teria dito, antes de defender a “maneira democrática” como o venezuelano fora eleito e o seu apoio popular. “Nós temos que trabalhar com ele e não queremos fazer nada que estrague nossa relação”.

Leia mais sobre a cachorrada aqui

2 comentários:

Paulo Marcel Palmares Sobrinho disse...

Vejam resposta de Jorge Haje a Edição da Revista Veja fazendo balanço rancoroso dos 8 anos de Governo Lula:

http://todeolhomalandragem.blogspot.com/2011/01/veja-fecha-o-balanco-do-governo-lula.html

JAIRCLOPES disse...

Gostei muito do conteúdo do blog, penso que a blogsgeta só tem a ganhar com saites assim. Aproveito para dizer que em meu blog: www.jairclopes.blogspot.com publiquei uma matéria interessante sobre GENTILEZA que gostaria que você lesse e comentasse.